domingo , 21 Janeiro 2018
Home / Destaque / Varginha consegue reduzir casos de dengue para 443 confirmados em 2017 em relação a 2016

Varginha consegue reduzir casos de dengue para 443 confirmados em 2017 em relação a 2016

A Secretaria de Saúde de Varginha divulgou nesta terça-feira (02/01) o relatório da dengue em Varginha, atualizados até 29 de dezembro último. Os casos confirmados no ano passado somam 403, números ainda muito altos reconhecem os técnicos.

Mesmo assim, os números são muito inferiores ao registrado em 2016, naquele ano com 3055 casos confirmados. No entanto, os números do ano passado são muito superiores aos 71 casos confirmados em  2014.

Os dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde de Varginha mostram ainda que janeiro de 2017 foi o mês com mais casos confirmados: 94. E gradativamente reduzidos nos meses seguintes terminando no dia 29 de dezembro com três casos registrados. Isto comprova a eficácia dos métodos utilizados pela Prefeitura para combater o mosquito Aedes aegypti, causador da dengue.

 

Bairros

Pelo levantamento realizado pelos técnicos do Serviço de Epidemiologia da Secretaria de Saúde de Varginha, o bairro mais afetado é o Parque Rinaldi, com 186 casos confirmados em 2017. Segue na relação o Centro (95 casos), Sion (82), Bom Pastor (51) e Imaculada Conceição (45), os cinco com mais incidências de casos de dengue confirmados.

Entre os menos afetados estão os bairros Vila Ipiranga, Via Bueno, Bela Vista, Distrito Industrial JK, Nossa Senhora Aparecida, Residencial Rio Verde, Vila Mariana, Parque Ileana, São Joaquim e Santa Edwirges, todos com um caso confirmado cada.

Homens e mulheres na faixa etária entre 20 e 29 anos é a mais atingida pelo mosquito causador da dengue, com um total de 290 casos confirmados no ano passado. E nesta faixa, os homens são maioria (155 casos confirmados), contra 135 das mulheres.

Na outra ponta, os idosos são os menos atingidos pelo mosquito. Entre 70 e 79 anos, 24 casos em 2017, sendo 13 homens e 11 mulheres. Entre os dois sexos com idade acima de 80 anos, apenas cinco casos no ano passado, e curiosamente, com maioria de mulheres (4), contra um caso em homens.

Segue a relação dos dez bairros com mais casos de dengue registrados em 2017:

 

Sobre Redação

Veja Também

Crea-Minas tem novo presidente, o engenheiro civil Lucio Borges

O engenheiro civil Lucio Borges foi eleito pelos profissionais da área da engenharia, agronomia, geologia, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *