segunda-feira , 23 outubro 2017
Home / Sobre nós

Sobre nós

O Jornal Gazeta de Varginha é um diário regional com circulação em Varginha e diversas cidades do Sul de Minas. O veículo completou no dia 7 de setembro de 2015, 50 anos de fundação. Um jornal comprometido com a imparcialidade, com a credibilidade e com o profissionalismo. Confira abaixo um pouco de nossa história.

Em 1965, três amigos conversavam informalmente. Um deles, o advogado, dentista e professor de matemática, Armindo Paione Sobrinho disse que queria fundar um jornal em Varginha. Seus interlocutores, o também dentista, Otaviano; e o Oficial de Seguros e Imóveis, Wilmar Augusto Neves gostaram da ideia. E fundaram o Jornal Gazeta de Varginha.

Em princípio Armindo Paione pensou em um jornal de esportes porque Varginha já tinha um time profissional: o Flamengo.

Armindo, em entrevista, contou que depois de conversar com os amigos resolveram fundar um jornal independente, “que não fosse atrelado a grupos econômicos nem a políticos, um jornal estritamente para defender os interesses de Varginha”.

Wilmar Augusto Neves, conta que providenciaram rapidamente o registro e começaram a funcionar. “No início o jornal era impresso na gráfica do jornal Tribuna Varginhense”. Mas logo começaram a negociar a compra de maquinário próprio.

“No começo o jornal era todo manual, artesanal mesmo”, disse Wilmar. O Gazeta de Varginha foi crescendo e logo tornou-se diário. Segundo Neves, o primeiro jornal diário da cidade. Alguns anos depois, abandonou-se o sistema de composição manual e a composição de matérias passou a ser através da linotipia. E impressoras automáticas, mais modernas. Hoje a impressão é no sistema de impressão offset. A redação é toda computadorizada.

No período da ditadura militar, o Jornal Gazeta de Varginha não se livrou da censura. Armindo contou que “não podíamos criticar isso ou aquilo ou falar do Governo militar”. Wilmar concordou. “Tivemos muitos problemas nessa área aí, marcou bastante, causou muita tristeza para nós”, lembrou.

Mais tarde, mais dois personagens se somaram à história do Jornal Gazeta de Varginha: o aposentado, Argentino Pio Ferreira; e o funcionário do jornal, Benedito Nicácio de Almeida.

Argentino contou que se aposentou com 48 anos de idade e logo depois trabalhou como vendedor de máquinas agrícolas algum tempo. Numa tarde apareceu em sua casa o Sr. Benedito Nicácio, convidando-o para ser sócio do jornal. Eles então dividiram a parte de Wilmar Augusto Neves.

O sócio, Argentino, e o funcionário Ernesto Pereira dos Santos começaram a cobrir a Câmara Municipal de Varginha e a Delegacia de Polícia e a fazer matérias para o jornal. Nesta época o jornal passou de seis para dez páginas. Contou Argentino Pio que certa vez ele e o Ernesto foram à delegacia em busca das notícias policiais. Um delegado (ele não citou o nome) sacou do revólver e deu tiros para o alto, dentro do prédio. Eles saíram correndo porque, segundo eles, o delegado parecia estar bêbado.

Ciente dos fatos, Armindo Paione então publicou um artigo polêmico intitulado “Lobo não come Lobo”. O resultado foi a vinda de um delegado de Belo Horizonte para apurar o caso.

Em 1987, Argentino Pio vendeu sua parte para os empresários João Felizardo que tinha apenas uma cota do jornal,  e  Ana Maria comprou o restante, hoje é a proprietária do jornal. Nesta época, o Jornal Gazeta de Varginha funcionava num prédio em frente a Estação Ferroviária de Varginha, com redação anexa a outro jornal, o “Jornal do Sul de Minas”.

Em 1990, as redações se separaram e o Gazeta foi para um barracão alugado na Avenida Rio Branco, em frente à Igreja Matriz do Divino Espírito Santo.

A inauguração da sede própria, na Avenida dos Imigrantes, 445, aconteceu em 1993, com a presença do governador do Estado de Minas Gerais, Newton Cardoso.

Hoje, a redação é totalmente informatizada. E a oficina conta com potentes impressoras offset.

E continua sendo um jornal independente, revelando verdades e formando histórias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *