domingo , 25 Fevereiro 2018
Home / Fatos e Versões / Fatos & Versões 24/01/2018

Fatos & Versões 24/01/2018

Polêmicos e eficientes

A coluna recebeu diversos e-mails sobre a nota publicada semana passada em que comenta a volta de diversos nomes indicados aos cargos de confiança do Legislativo municipal. Por nomeação da atual mesa diretora, retornaram à Câmara de Vereadores nomes como Lourival Oliveira, Juliano Comunian João Donizetti Belo entre outros. A coluna, como disse na semana passada, não entra no mérito das nomeações, afinal, cada qual dos indicados tem suas virtudes e padrinhos, todavia, vale pontuar que todos os nomes indicados possuem virtudes importantes na política praticada nos dias atuais. Para ficar apenas nos três nomes citados hoje e não estender a polêmica ainda mais, vale ressaltar que Lourival Oliveira, advogado e que já passou pelo Executivo e Legislativo municipal e estadual, conhece como ninguém vários partidos e personalidades políticas locais. Sabe como ninguém os “limites e potencialidades” de muitos nomes da vida pública local: isso é algo que vale muito hoje.

 

Já o também advogado Juliano Comunian passou pelo Legislativo municipal anteriormente e possui experiência comprovada nas questões técnicas municipais, tendo participado ativamente da construção de leis no período quando esteve na Câmara. Além disso, Juliano Comunian, ao contrário de seu homônimo, “sabe guardar segredos e guardar gratidão” algo também importante na Política. Sem falar que o experiente advogado possui entrada em diversas áreas da política e sociedade civil. Juliano Comunian sabe a “importância de construir boas amizades, ainda mais com a imprevisão do futuro político atual”.

 

Polêmicos e eficientes 02

Quanto ao também técnico João Donizetti Belo, profundo conhecedor do “labirinto legal e contábil do Legislativo” este é fundamental para quem deseja comandar o Legislativo com observação das leis, sem as amarras contábeis que, por vezes, inviabilizam projetos. Trocando em miúdos, na questão contábil e legal, João Belo “consegue transformar uma indigesta buchada de bode em um saboroso bolo de chocolate”. Sem dúvida, habilidades assim não podem ser desperdiçadas! Os citados já podem ter sido apontados em outras matérias ou mesmo sido alvo de comentários maldosos de outros articulistas políticos locais, contudo, o destaque da coluna hoje, não tem cunho pejorativo ou intenção ofensiva, pelo contrário. Nosso intuito e mostrar que na Política atual existem habilidades que não se conseguem com diploma, mas sim com “experiência do errar e acertar”.       

 

Governo sendo governo

Em 2017, mais uma vez, os preços administrados pelo governo ou cobrados por estatais subiram muito além da inflação oficial. Enquanto os produtos em geral subiram 2,95%, segundo o IPCA, a gasolina aumentou 10,32%, o botijão de gás 16%, planos de saúde 13,53% e luz residencial 10,35%.

 

Varginha e o Campus do Cefet-MG

O campus Varginha do Cefet-MG até o fim do ano deve contar com um novo prédio escolar. A obra deve ser concluída até novembro de 2018. A informação consta do site da entidade. O diretor da unidade é o professor Paulo César Mappa. Segundo o superintendente de Infraestrutura, Breno Guimarães, o projeto contempla 15 salas de aula, quatro salas de conferência para 80 pessoas, banheiros para alunos (comuns e adaptados para pessoas com deficiência), copa, depósito de material de limpeza e subestação. Com o prédio, serão realizadas obras de urbanização, como rede de esgoto, escadas, rampas e instalação de uma nova torre de água, para solucionar os problemas de abastecimento do campus. O CEFET de Varginha é uma importante escola federal de formação técnica e que ainda não é totalmente integrada as ações dos governos estadual e municipal. Uma das grandes conquistas da gestão do saudoso prefeito petista Mauro Teixeira, o CEFET poderia interagir mais com o governo municipal, a exemplo do que acontece com o UNIS. O que será que falta para essa sinergia acontecer?

 

Vem pra rua

Varginha foi uma das muitas cidades no Brasil onde o movimento Vem pra Rua fez manifestações contra o ex-presidente petista Luis Inácio Lula da Silva. Foram realizados protestos em 18 Estados. Em Minas Gerais, os atos aconteceram em três cidades: Belo Horizonte, Montes Claros – no Norte do Estado – e em Varginha – no Sul de Minas. As manifestações mostram que em Varginha existe mobilização civil contra o projeto do PT de voltar ao poder. Mesmo com o projeto de marketing do PT em afirmar que Lula é perseguido pela Justiça e Dilma teria sofrido um golpe, na verdade, pelo menos em Varginha, é a primeira vez que se tem notícia de que a iniciativa privada/sociedade civil organizada se manifesta publicamente contra a entrada de um partido no Poder. Por certo que o nascimento desta iniciativa em Varginha terá impacto na campanha de reeleição de Geisa Teixeira a ALMG. Bem como, a replicação de movimentos como este pelo Estado, terá impacto direto na eventual candidatura de reeleição de Fernando Pimentel ao Governo de Minas, ambos do Partido dos Trabalhadores, mesmo do ex-presidente Lula.

 

Prefeitos se reúnem em Varginha para AGO do Cissul

Acontecerá no próximo dia 26 de Janeiro de 2018, na sede do CISSUL SAMU – Consórcio Intermunicipal de Saúde da Macro Região do Sul de Minas, situada em Varginha, a 1ª Assembleia Geral Ordinária e Assembleias Extraordinárias, a partir das 9h30 e que deverá contar com a presença dos prefeitos dos 152 municípios consorciados. Na ocasião serão deliberados e colocados em votação os seguintes assuntos: aprovação de contas, alterações contratuais do consórcio e demais assuntos administrativos. Contudo, a reunião de tantos prefeitos num mesmo lugar, obviamente também contará com a análise e costuras políticas tendo em vista as eleições de 2018 e principalmente a explosiva relação dos prefeitos com o governo estadual de Pimentel (PT), que vem retendo recursos de repasses obrigatórios dos municípios.

 

O comando do Cissul, da AMM e também de Varginha (sede do encontro), são publicamente contra a atuação do governo estadual petista. Aliás, é nos municípios que se esta se formando a maior resistência a reeleição de Pimentel, que pode inclusive, construir uma chapa de oposição ao atual governo estadual petista. O Presidente do Consórcio e Prefeito de Andradas, Rodrigo Aparecido Lopes reforça que a participação de todos os prefeitos é de fundamental importância para o planejamento de ações que garantam o bom desempenho administrativo e operacional do CISSUL SAMU e a melhoria contínua dos serviços em saúde, prestados pelo Consórcio em toda região do Sul de Minas. Rodrigo Lopes (PMDB) tem sido a principal liderança municipal na área de saúde no Sul de Minas para denunciar o não repasse aos municípios.

 

Perguntar não ofende

Será que o comando do Corpo de Bombeiros de Varginha, quando da recente mudança de comando, agradeceu a deputada Geisa Teixeira (PT) os inúmeros investimentos e destinação de recursos conseguidos por ação da parlamentar petista?

 

É justo que os servidores públicos municipais tenham reajustes pela perda inflacionária anual, contudo, será justo que servidores da Câmara tenham benefícios maiores e diferentes dos servidores do Executivo? Será que a Câmara cometeria esta falha?

 

PSDB e PP ou PMDB e PP, qual será a dobradinha escolhida dos pepistas locais em 2020? Se para os tucanos interessa apenas um edil como parceiro, para o PMDB, também só interessa um vereador petista para composição em 2020! Alguém arrisca?

 

Onde estão os partidos de esquerda como PC do B, PSTU, Rede etc? Estas legendas vão lançar candidato único nas eleições de 2018? Porque estes partidos nanicos, antigos aliados do PT, mesmo tendo propostas semelhantes não conseguem caminhar juntos?

 

Governo de Minas confisca 80% do IPVA dos municípios

A situação financeira dos municípios mineiros está ficando insustentável. Não bastasse o confisco do ICMS e o não pagamento dos recursos da Saúde e do transporte escolar, entre outros, conforme estudo da Associação Mineira de Municípios (AMM), o Governo do Estado de Minas Gerais está se apropriando de 80% do valor correspondente à cota-parte do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2018, devida aos municípios, em uma comparação feita com a arrecadação no mesmo período, de 1° a 16 de janeiro, de 2017.

 

Ou seja, este ano, os municípios contabilizaram, até o dia 16 de janeiro, apenas 20% do valor que receberam em 2017, para o mesmo período. A única exceção foi o repasse do dia 9 de janeiro 2018,  data em que o Estado pagou R$ 73 milhões referentes à arrecadação do ano passado, de 11 a 29 de dezembro de 2017, valores que ficaram retidos 30 dias até a entrega total. Além de reuniões com o Governo e mobilizações com os parlamentares, em busca da quitação da dívida do Estado com os municípios, a presidência da Associação Mineira de Municípios (AMM) enviou ofícios à Secretaria de Estado da Fazenda e à gerência de setor público do Banco do Brasil, solicitando esclarecimentos quanto às pendências com as administrações públicas. “A estimativa de arrecadação do IPVA nos municípios é de cerca de R$ 2 bilhões, no ano, e o Governo do Estado está se apropriando desse dinheiro, colocando em risco o funcionamento dos postos de saúde, do transporte escolar, o pagamento dos servidores públicos, quebrando as prefeituras do Estado de Minas Gerais”, realça o presidente da AMM e prefeito de Moema, Julvan Lacerda.

 

Eles no comando

A concentração da riqueza no mundo tem gênero. Segundo a organização humanitária e internacional que assina o estudo, 90% dos 2.043 bilionários no mundo são homens e brancos. O macho alfa continua com tudo. O quadro tende a mudar nas próximas décadas, tendo em vista que as mulheres já são maioria nos cursos de pós-graduação e mestrado. Além disso, já é possível ver mulheres em altos cargos de multinacionais. Aos poucos, o “mundo econômico macho” vai ganhando equilíbrio.

 

Segurança

Em que pese o aumento das ocorrências policiais no período de dezembro a fevereiro em razão das festas de final de ano, pré-carnaval etc, o balanço atual da Segurança Pública em Varginha parece ser positivo. Aparentemente, o comércio e as forças de segurança como Polícia Militar e Guarda Municipal “fizeram o dever de casa” para melhorar a segurança no centro comercial de Varginha. Agora é trabalhar para que esta sinergia dure o ano todo. A Associação Comercial e Industrial de Varginha – ACIV tem realizado reuniões constantes com empresários e forças de segurança no sentido de manter afinadas as instituições com os anseios dos comerciantes.

 

A descida do muro

A fama nacional do PSDB sempre foi de ficar “em cima do muro” e não tomar posição quanto a temas importantes, principalmente na política. Foi assim que o PSDB temeu defender as privatizações, bem como as reformas propostas pelo atual governo, sempre pensando o que seria melhor para o futuro de seus candidatos. Já os tucanos locais também possuem muitos dos líderes nacionais. Em Varginha o vice-prefeito Vérdi Melo, líder dos tucanos almeja ser o candidato a prefeito do atual grupo governista que envolve vários partidos. Todavia, Verdi Melo, bem como o vereador da legenda e seus filiados, titubeiam no comportamento político que vão tomar em 2018! Querem o apoio de legendas como PP, PTB, PMDB, Democratas mas não querem se comprometer publicamente com os candidatos destes partidos e suas ideias de governo. Na Câmara o PSDB fala contra projetos do prefeito do PTB, na política, o vice não manifesta aberto apoio a reeleição de Dilzon Melo (PTB) e Dimas Fabiano (PP). Já no campo das articulações, o “PMDB anti-PT” não tem atenção dos tucanos que descartam a possibilidade de captar importantes apoios no maior partido do Brasil, que sempre foi divido. Será que Vérdi Melo conseguirá resolver todas estas questões a tempo de salvar uma composição para 2020?

Sobre Redação

Veja Também

Fatos & Versões 09/02/2018

Perda da advocacia mineira O advogado Luís Cláudio Chaves surpreendeu os advogados mineiros ao retirar ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *