segunda-feira , 23 outubro 2017
Home / Contato

Contato

Se a opção for o telefone:

(35) 3221-4668

Ou enviar email:

 

9 Comentários

  1. Possível nos encaminhar o e-mail de contato do jornal.
    Grato,
    Luiz Barcelos

  2. Jorge Augusto Vianna

    A cidade de Varginha esta aceitando ter o seu nome vinculado a um assassino? Cadê os pais e mães desta cidade? Temos uma família que perdeu uma filha, só este fato já é doloroso, mas imagina esta família, que NÃO sabe onde esta o corpo da sua filha? Se coloque no lugar dela. Nós pedimos sempre por justiça, imagine o seu filho, idolatrando um assassino, por causa de um esporte, que cega as pessoas, mutila os seus valores. Se queremos um Brasil justo, esta justiça tem começar por nós, sim por nós, você gostaria de ver o ASSASSINO de um familiar seu, desfrutando de liberdade e um bom trabalho, sendo idolatrado?
    Por este motivo, peço para as famílias de Varginha, digam NÃO a esta proposta de marketing que infelizmente o clube da cidade esta fazendo, existem tantos bons profissionais, honestos e trabalhadores que esperam uma oportunidade de trabalhar, porque dar esta oportunidade a um ASSASSINO?

  3. OLa Senhores,
    Poderiam manda o endereço ou email do Colunista Amaury ” O Alfaiate”

    Dr Gabriel – Campinas SP

  4. Ao Ilustríssimo Senhor.

    Diretor de Reportagem do Jornal Gazeta de Varginha.

    Varginha-MG.

    REMENDO SANITÁRIO NÃO SUBSTITUI O SANEAMENTO BÁSICO NEM O EQUILÍBRIO DO ECOSSISTEMA. NOSSO PRÓXIMO PROBLEMA SANITÁRIO NO VERÃO PODERÁ SER A FEBRE MAYARO TAMBÉM TRANSMITIDA PELO MOSQUITO DA DENGUE.

    Pois muito bem,senhores políticos,saibam todos que não há mais lugar para remendo sanitário com lances de teatro barato nas ruas e na mídia circense das pequenas cidades do interior desse país.Tem gente,muita gente ganhando dinheiro e fazendo campanha política nas asas do mosquito Aedes e na barriga das grávidas desinformadas.Coisa pobre de fundamento,estapafúrdia na origem, grotesca ,e ridícula no conteúdo sendo até criminosa se levada a termo.
    Panfletos e camionetes decoradas com mosquitos e muita conversa de “Cerca Lourenço” nos meios de comunicação, jamais substituirão o saneamento básico que é deficitário em todo o Brasil. Panfletagem,forças armadas de porta em porta e propaganda cidadã criada de última hora,jamais resolverão o problema dos mosquitos transmissores da dengue,chycungunia e zika e agora também o Mayaro .Estão enxugando gelo com pano quente. Isso é remendo Sanitário da pior qualidade.Dentro das casas o vasinho de flores e o ralo primário com água podem ser resolvidos e extintos, mas o lixo e o esgoto que corre a céu aberto em frente a esta casa onde existiu o vaso e o ralo que foi coberto vai continuar correndo a céu aberto, e o lixo vai ser o criadouro do mosquito e de outros tantos insetos. Ninguém vai cobri-lo ou elimina-lo em definitivo alias,se forem eliminados os focos, como alguns mercenários da saúde vão obter régias verbas para a campanha no próximo verão?O mosquito só trocará de endereço, do vasinho para o lixo e do lixo para o esgoto secundário num eterno ir e vir .Como resolve-los? Pátios do DETRAN em todo o Brasil com veículos infratores amontoados e ao relento continuarão a ser a residência oficial do Aedes Aegypti e de outros insetos não menos nocivos à saúde.Alguém já cobrou providencias? O exemplo mais próximo que temos de veículos abandonados pelo Detran aqui no Espírito Santo ,estão na entrada das cidades de Anchieta e Marataízes . Todo mundo vê, todo mundo sabe dos carros ao relento, abrigo perfeito dos mosquitos, e ninguém faz nada,absolutamente nada. Com o aumento da população, e também da imundice gerada pela população mal educada,uma maior atenção ao saneamento básico por parte do poder público se faz urgente e inadiável,caso contrário ninguém vai controlar e suportar os malditos mosquitos Aedes no próximo verão de 2017, e a culpa será sempre do”Fenômeno El Niño” ou até mesmo de algum bezerro indiano, que mamando em teta errada ,venha a desenvolver alergia a lactose da mãe vaca sagrada que não bebeu a água do rio Ganges.Qualquer desculpa desse quilate e por mais estapafúrdia e inverossímil que pareça será sempre usada pelas autoridades sanitárias para se safarem das responsabilidades e da omissão.

    Em tempo>>> Nunca é demais lembrar, a quem interessar possa, que o Extrato de própolis das abelhas, embora não reconhecido pela Saúde, é o único fármaco natural capaz de fazer frente às febres emergentes e ressurgentes virais ou parasitárias para as quais a medicina tradicional desconhece imunoterapia eficaz para tratamento ambulatorial e CURA radical.É bom lembrar ainda que a própolis é antioxidante,antisséptica,antirreumática,bactericida, diurética, digestiva ,calmante,expectorante hemostática, regeneradora celular,hipotensiva e por ser atóxica não apresenta efeitos colaterais.

    Fonte>>> Obra Abelhas e Saúde>>> Prof. Ernesto Ulrich Breyer.

    Cordialmente.Dr. Gilvan Barbosa Gama.
    Apiterapeuta Holístico.
    Piúma-ES (28) 35201211 (28)988011211

  5. Boa tarde

    Estamos com novidades para o Carnaval 2017 e para isso precisamos do nome, telefone e do e-mail das Escolas de Samba e dos Blocos Carnavalescos para encaminharmos estas novidades.
    Aguardamos seu retorno o mais breve possível com estas informações.
    Agradecemos antecipadamente.

    FAVOR ACUSAR O RECEBIMENTO.

  6. O QUE OS EDITAIS NÃO MOSTRAM!!!

    É sabido e amplamente divulgado que a prefeitura de Varginha encontra-se com um concurso público em aberto. O que muitos candidatos para o atual pleito não sabem é que nem todos os aprovados do último concurso, realizado em 2011, foram empossados. Para se ter uma ideia da dimensão do descaso, só a Fundação Cultural, que também realizou concurso na mesma época, ainda não convocou pelo menos 30 aprovados. Cabe lembrar a Gestão Municipal que um concurso público não pertence a uma legenda partidária e sim a cidade. É a credibilidade de Varginha que é posta em xeque quando aprovados não são convocados. Neste mês de junho, completam-se quatro anos de espera para muitos aprovados que até hoje não viram a lei ser cumprida e seus direitos respeitados pela a atual gestão, que prefere ignorar a dedicação e esforço daqueles e daquelas que se empenharam pela a aprovação, ao contrário de secretários e superintendentes que são simplesmente escolhidos pelo critério da simpatia do prefeito.

    Wender Reis – um dos aprovados do concurso da Fundação Cultural

  7. Boa tarde: Somos uma companhia Argentino-Brasileira, e estamos indo a Varginha pela primeira vez. Vamos apresentar o espetáculo: Tango, nuestro baile no teatro Capitolio no sabado 21 de maio as 21hs. Aqui em BH ja foi assistido por 5000 pessoas desde sua estreia em 2013. Gostariamos de saber se existe a possibilidade de pauta para esse dia. Grato. Navir Salas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *