sexta-feira , 19 Janeiro 2018
Home / Trajetória / Coluna Trajetória 26/09/2017

Coluna Trajetória 26/09/2017

Parabéns Hospital Bom Pastor!

Não temos certeza absoluta se nossos dias na terra são determinados por algum propósito superior à nossa compreensão ou se, simplesmente, somos protagonistas deste tempo nesta vida, pelo modo que escolhemos viver.

Seja o que for, determinismo, sorte ou suicida, felizmente temos as Instituições Hospitalares para aplacar nossas ansiedades garantindo-nos uma porta aberta que nos acolhem nas adversidades das doenças e nos acidentes de percursos.

Graças a Deus temos em Varginha a dádiva de um Hospital como o Bom Pastor, que há vinte e nove anos, por méritos de muitos, especialmente daqueles que ousaram construí-lo em 1973 e, no ano de 1988, venderam – no a Prefeitura desta cidade e como nova mantenedora da Fundação Hospitalar do Município de Varginha – FHOMUV, criada em 1.989, completando quase três décadas, acomodando profissionais da saúde e pacientes de Varginha e centenas de municípios vizinhos.

Não há como comemorarmos o aniversário de um Hospital sem falarmos do apostolado daqueles que abraçam um trabalho dos mais dignos deste mundo.

Hipócrates, que viveu no século V a.C., é considerado o “PAI” da medicina. Ele deixou um juramento que, ao longo do tempo, foi alterado por novas versões e, por analogia, todos profissionais de saúde assim prometem, quando de suas formaturas, praticamente à mesma semelhança.

Não citaremos juramentos, no entanto, gostaríamos de compartilhar uma frase atribuída a Hipócrates que resume tudo que devemos aos doentes internados: “Curar o possível, atender seus anseios quase sempre e conforta-los com dignidade SEMPRE.”  Daí, é mister que o paciente seja a estrela mais importante do Hospital. Não se pode desistir desta estrela até o fim, seja ela curável ou não.

Ao parabenizarmos os 29 anos de história do Hospital Bom Pastor, temos que primeiro agradecer Àquele que lhe empresta um de seus Nomes e, depois, agradecer a todos os nossos atuais colaboradores e, também, àqueles que por lá passaram, que deixam e deixaram suas obras cheias de amor à causa de uma Casa Santa. Abracemos este Hospital virtualmente, pela sua existência.

  Luiz Fernando Alfredo

Sobre Redação

Veja Também

Coluna Trajetória 14/11/2017

Conhecimento é lento mas tem que ser absoluto As Leis Universais foram criadas por uma ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *