sexta-feira , 19 Janeiro 2018
Home / Trajetória / Coluna Trajetória 19/12/2017

Coluna Trajetória 19/12/2017

PAI NOSSO

Pai nosso é a oração que Jesus Cristo ensinou para nos dirigirmos a Deus, pelo menos todos os cristãos sabem disto.

Mas o que significa cada frase do Pai Nosso? São tantas explicações, algumas até heréticas na intenção de, através da retórica, dominar massas em benefício próprio ou de sua causa, que resolvemos arriscar uma proposta sobre cada frase ao reza-las com fé e não como um simples pedinte se dirigindo a Deus:

“Pai nosso que estais no céu” – A nosso ver, Pai nosso que estais no Céu significa dizer: Eu não tenho dúvidas de sua existência, creio que me criastes, não haveria lógica nenhuma no mundo se Vós não exististes e não fostes o Criador de tudo que está na terra e no céu, destacando desde o “Big bang” até à evolução das espécies. Não somos céticos quanto a variação de raças de todas as espécies humanas, animais e vegetais, só que nos termos da segunda lei de reprodução da biogênese e a termodinâmica – que uma vida só pode ser gerada de outra vida, princípio da conservação da energia, não há um princípio de desordem, senão todos os sistemas naturais se degenerariam e por último, não há efeito sem causa (pequena síntese).

“Santificado seja o vosso nome” – distinguimos tantos ídolos terrestres pela suas habilidades diferenciadas, chegando às vezes ao cúmulo da histeria. Imagine só a importância do Pai que pode tudo, está em todo lugar e sabe tudo, como diz Isaías 40:26, que Deus chama pelo nome o infinito número de estrelas do céu, ELE, o Todo Poderoso, tem que ser santificado e glorificado, agradecendo – O  durante todo o tempo.

“Venha a nós o Vosso Reino “– Estamos pedindo o Vosso Reino, mas Seu Reino já está em nós – Lucas 17.20 – 21. Está na bíblia: “vós sois deuses” – Salmo 82 e João 10:34. Na verdade estamos pedindo a manutenção do Reino dEle dentro de nós, isto porque muitas vezes não o enxergamos. Jesus disse: “quem vê a mim vê o Pai – João 12:45. Em verdade vos asseguro que aquele que crê em mim fará as mesmas obras que eu faço e até maiores fará, pois eu vou para o Pai – João 14:12.

“Seja feita a Vossa vontade assim na terra como no Céu” – Esta frase, por não conhecermos o que acontecerá no próximo minuto, seja de bom ou ruim, por determinismo, fatalidade, livre arbítrio ou predestinação, proferimos–a com uma certa reserva. Na vida corremos riscos na proporção de como escolhemos viver, somos protagonistas de nossas atitudes. Vencer ou não, não significa que devemos atribuir a Deus. Nossas vidas são limitadas e passageiras e tudo que é matéria se desgasta, seja mais cedo ou mais tarde.

“O pão nosso de cada dia nos dai hoje” – O pão não cai do céu, se não corrermos atrás ficamos só na espera. Nunca vimos nenhum trabalhador passar fome. É evidente que no planeta temos mais de 800 milhões de pessoas desnutridas ou morrendo por causa da fome, mas não é omissão de Deus e sim falta de prioridade de governantes corruptos e falta de fraternidade do resto do mundo.

“Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido” – Será que é Deus que tem que perdoar as nossas ofensas? Ou aqueles que ofendemos?  Muitas vezes, somos tão ruins com os outros e com a sociedade, deixando cicatrizes tão profundas, que só resta repararmos a qualquer custo o mal feito. Quanto a perdoarmos a quem nos tem ofendido, precisamos de muito amor, pois na maioria das situações conseguimos, no máximo, desculparmos socialmente, mas ficamos remoendo a mágoa em nossos corações – daí, não houve perdão. E com tantas lições de amor legadas por Jesus, certamente não é Deus que deve perdoar-nos em primeiro lugar.

“Não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal” – Certamente com nossos valores se degradando com a indução ao consumismo, a permissividade no seio da sociedade, potencializam-se nossas vaidades e desejos de termos e sermos, a qualquer custo. Daí, para rezarmos esta oração maravilhosa e obtermos a misericórdia  de Deus, só seguindo os passos do Mestre, que deixou uma instrução para todos aqueles que acreditam, abraçar com fervor e sermos dignos para  conhecer o PAI: “Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida” Jo 14,1 – 16.

“Amém” – Deus não é surdo, se rezarmos ou orarmos com qualidade, não precisamos repetir, basta que meditemos cada palavra dirigida a Ele e não façamos automaticamente, sem nenhuma concentração. Amém vem de uma palavra hebraica que significa “certamente”, “verdadeiramente”. É a interjeição que finaliza várias orações até em outras religiões não cristãs.

Feliz Natal !!!!!

                                                                                                                      Luiz Fernando Alfredo

Sobre Redação

Veja Também

Coluna Trajetória 31/10/2017

Parabéns Servidores Públicos! Servidores são todos aqueles que prestam serviços públicos em todas as esferas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *