domingo , 25 Fevereiro 2018
Home / Regional / Campanha ‘Não dê Esmola’ aumenta acesso à Promoção Social em Poços

Campanha ‘Não dê Esmola’ aumenta acesso à Promoção Social em Poços

A campanha educativa “Não dê Esmola”, lançada pela Prefeitura em 30 de setembro de 2017, alcançou resultados expressivos. Os acessos aos serviços nesta área aumentaram em todas as categorias de atendimentos prestados.

Um estudo feito pela Secretaria de Promoção Social fez um comparativo entre os meses de outubro de 2016 e outubro de 2017. O número de pessoas acompanhadas nos serviços ofertados cresceu 367%. “Cabe ressaltar que não aumentou o número de pessoas em situação de rua em Poços de Caldas, mas, sim, o número de atendimentos realizados”, destaca a secretária de Promoção Social, Luzia Teixeira. Houve ainda uma ampliação de 103% nos atendimentos realizados e aumento de 106% em relação a pessoa abordadas.

O objetivo da campanha é conscientizar as pessoas , moradores ou turistas a não dar esmola às pessoas em situação de rua e acionar a Promoção Social para realizar atendimento. Ao se deparar com uma pessoa pedindo dinheiro ou qualquer outra ajuda, é possível acionar o serviço de Abordagem Social. Uma equipe especializada e capacitada faz o contato com o pedinte ou pessoa em situação de rua. A eles, é ofertada a possibilidade de sair da situação em que se encontram. Se a oferta é aceita, a pessoa é encaminhada para o Centro POP ou para uma das instituições parceiras, que constituem a rede de atendimento da Promoção Social. Os serviços podem ser acionados pelos telefones 156 ou 3697- 2645, que atendem 24 horas.

A campanha “Não dê Esmola” foi divulgada maciçamente nos meses de outubro a dezembro de 2017. Foi composta por peças publicitárias como outdoors, banners, panfletos, videos e spots de rádio, material desenvolvido pela Secretaria de Comunicação Social. Na estrutura da Promoção Social, a campanha é permanente, com distribuição de panfletos durante campanhas e também nos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) nos bairros, instituições parceiras e programas.

Em 2018, a campanha continua, com vídeos sendo veiculados na redes sociais e distribuição de panfletos em ações da Secretaria de Promoção Social. Uma delas será durante o Carnaval, com ênfase também contra a violência infantil.

Fonte: Portal da Cidade

Sobre Redação

Veja Também

Iepha-MG promove campanha nas redes sociais de preservação do patrimônio cultural

Com o objetivo de orientar os foliões sobre a importância de curtir o Carnaval sem ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *