domingo , 25 Fevereiro 2018
Home / Regional / Agricultores de Lavras produzem alimentos para merenda escolar

Agricultores de Lavras produzem alimentos para merenda escolar

Uma lei municipal de 2009 determina que 30% do dinheiro do repasse do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (F NDE) para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) deve ser gasto, obrigatoriamente, na compra de gêneros alimentícios no município, na aquisição de alimentos produzidos pela agricultura familiar, alimentos que devem ser consumidos na merenda escolar.

O prefeito José Cherem encarregou o seu assessor Rafael Pedemonte de elaborar um programa que atendesse aos produtores e também aos 11 mil alunos da rede municipal de ensino, distribuídos nas 36 unidades escolares do município. Pedemonte envolveu a Secretaria de Assuntos Rurais e a Emater (Empresa de Assistência Técnicas e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais).

Um dos problemas levantados pela equipe montada pelo assessor Rafael Pedemonte foi a logística da distribuição dos produtos, uma vez que após o processo de credenciamento do produtor rural, ele deve entregar os produtos fornecidos nas 36 escolas municipais, o que ocasionaria alto custo de locomoção. Outro grande empecilho era a falta de credibilidade da gestão pública municipal com relação ao pagamento em dia e a comunicação com os agricultores.

Desta forma, uma força tarefa foi montada para organizar o projeto de incentivo ao agricultor familiar a partir das compras do PNAE. As ações estruturantes do programa foram assumir a logística a partir da Secretária de Educação de forma que os produtos são entregues em uma sala especialmente preparada, que está localizada no prédio das Secretarias de Educação e Assuntos Rurais. A partir daí as frutas, verduras e hortaliças são pesadas, separadas e entregues em cada uma das unidades escolares municipais, através de estrutura oferecida pelo Governo Municipal.

Outra ação foi montar um grupo técnico da Secretaria de Assuntos Rurais e Emater para prestar apoio especializado aos produtores, desde temas como participar das chamadas públicas, como quanto ao fornecimento dos produtos e várias outras dúvidas.

O resultado deste programa já é visível nas duas pontas: dos produtores (no momento são 11 pequenos agricultores familiares) com o fornecimento de milhares de reais em alimentos saudáveis e gerados na própria zona rural de Lavras para a merenda escolar; já pelo lado do Governo de Lavras e das crianças da Rede Pública Municipal existe hoje o consumo de hortifrutis de qualidade, frescos durante toda a semana, na merenda de todas as unidades escolares.

Toda segunda-feira os produtores lavrenses entregam diversos produtos da melhor qualidade, como frutas, verduras e hortaliças previamente definidos pela equipe de Nutrição da Secretaria de Educação. A cada semana é um novo cardápio balanceado e saudável para as crianças e adolescentes.

“Uma boa merenda pode contribuir para o desenvolvimento da aprendizagem e melhorar o rendimento escolar dos alunos, assim como para a formação de hábitos alimentares saudáveis”, afirmam os nutricionistas da Secretaria de Educação.

Fonte: Jornal de Lavras

Sobre Redação

Veja Também

Iepha-MG promove campanha nas redes sociais de preservação do patrimônio cultural

Com o objetivo de orientar os foliões sobre a importância de curtir o Carnaval sem ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *