domingo , 21 Janeiro 2018
Home / Agenda 21 / Agenda 21 – 11/01/2018

Agenda 21 – 11/01/2018

NORMA DE DESEMPENHO – CONHECER PARA EXIGIR!

           

            O mercado atual está requerendo a cada dia maior capacitação dos profissionais, convergindo para disciplinar as relações entre os  elos da cadeia econômica.

           A indústria da construção brasileira está mudando seus parâmetros de qualidade. Trata-se de uma revolução conceitual sobre os requisitos mínimos de segurança para casas e edifícios residenciais.

           No ano de 2.013 entrou em vigor a nova Norma de Desempenho de Edificações, a NBR – 15.575, com atualizações muito importantes de modo a garantir a qualidade e a segurança das obras e edificações.

          Dentre seus preceitos, destaco os quesitos de conforto e qualidade em cada um dos sistemas que compõem uma edificação, a saber: estrutura, vedações, pisos, instalações e coberturas.

         Esta Norma é a primeira a tratar da qualidade dos produtos da construção civil, bem como a sua utilização pelos consumidores, e o atendimento aos seus quesitos está se tornando um dos principais indicadores de desempenho de uma edificação para a certificação de sua excelência.

         Outro fato importante é que nos projetos elaborados pelos arquitetos devem constar as principais informações sobre os níveis de desempenho esperados dos sistemas construtivos, isto é, nível mínimo, intermediário ou superior, além das indicações relativas à vida útil da edificação e a previsão das manutenções periódicas, orientação solar, áreas de abertura, sombreamento nas janelas de dormitórios e outros dados que podem ser determinantes para que o cliente saiba exatamente o que está adquirindo.

       Por exemplo, numa parede a estrutura não pode apresentar trincas, rachaduras ou outras falhas após ser submetida a certo impacto.

      Em se tratando de vedações, as paredes devem atender a redução da temperatura interna, frente à temperatura externa, além de conter proteção acústica, abafando os sons externos.

       Quanto às coberturas, estas devem ser resistentes contra o fogo durante um período de tempo predeterminado.

       Ressaltando que a não observância da NBR 15.575 é passível de processos habitacionais, questiono: como está a aplicabilidade desta Norma nos projetos elaborados pelos (as) arquitetos (as) de nossa cidade?

     Será que o Setor de Projetos da Prefeitura Municipal está analisando os projetos apresentados conforme os critérios estabelecidos na Norma de Desempenho?

       É importante atentar para esta Norma de Desempenho, pois, trata-se de um requisito obrigatório para elaboração e execução dos projetos pelos profissionais da Construção Civil e um instrumento valioso para a certificação da qualidade dos imóveis em geral, promovendo a segurança e o bem estar da população em rumo à sustentabilidade da cidade.

        

Engº Alencar de Souza Filgueiras

Presidente do Fórum da Agenda 21 Local

Contato: agenda21.varginha@gmail.com

   

Sobre Redação

Veja Também

SINDUSCON-LAGOS: NOVA DIRETORIA – NOVOS DESAFIOS! Aconteceu no dia 15 de dezembro de 2017, a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *